X

Uso de cookies: Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia de navegación y ofrecer contenidos y publicidad de interés. Si continúa navegando, consideramos que acepta su uso. Puede obtener más información, o bien conocer cómo cambiar la configuración, en nuestra Política de cookies

ComunicaeV5

A Escultura Invisível de Boyer Tresaco

A escultura invisível é um conceito escultural que atualmente está a ser assunto de debate no mundo das artes.

Publicado no Murcia, Espanha o no Internacional , Arte , Construção-Arquitectura

Um dos seus maiores expoentes, o artista Boyer Tresaco, tem vindo a pesquisar e a trabalhar neste conceito há mais de trinta anos, inicialmente desde a perspectiva da ausência. O artista espanhol, cujas obras foram exibidas em algumas das principais galerias de arte da Europa e dos Estados Unidos, conta  com o apoio da Fundação Boyer Tresaco que manifesta o "desejo de confirmar o seu trabalho, bem como a sua carreira, num momento em que a escultura invisível atraiu a atenção internacional".

História da Escultura Invisível de Boyer Tresaco
Boyer Tresaco já esteve presente em 1993 na Feira ARCO de Madrid, uma de suas primeiras representações de "a ausência", que o levaria pouco tempo depois à escultura invisível: uma escultura hiper-realista de si mesmo enforcado com suas próprias roupas, mas num sentido antigravitacional, ou seja, a corda era amarrada a um tubo no chão e os pés até ao teto, onde um sapato estava retirado. A imagem plástica impressionava, ele próprio enforcado e com uma execução da figura hiper-realista que simbolizava a ausência do artista, que supostamente queria representar o seu enforcamento na Nova Zelândia, nos Antípodas de Madrid. No ano seguinte, Boyer Tresaco voltou à ARCO com uma escultura hiper-realista do corpo de uma mulher que tinha sido virada como uma meia, de forma que, com exceção de um pé, toda a escultura, ainda que presente e realizada em detalhes, estava oculta, ou seja, não estava visível. Essas duas obras  colocaram Tresaco dentro do grupo de artistas internacionais contemporâneos.

Desde então, Boyer Tresaco continuou a realizar todo tipo de trabalho que buscava representar os espaços de ausência que deixamos para trás; "Energia prevalecente". Como disse o próprio artista, “a nossa ausência é algo que permanecerá para sempre”. Desse ponto de partida, ele levou a sua técnica para a invisibilidade total. O reconhecimento foi gradual, mas unânime. Críticos renomados, como Thomas McEvilley, do New York Times, deixaram isso muito claro: "A requintada técnica Tresaco, inteiramente de sua invenção."

Mas foi somente em 2001 que sua primeira escultura invisível, totalmente intangível, foi exibida e vendida na Theredoom Gallery, em Barcelona. Posteriormente, apresentou esculturas invisíveis em Paris, Nova York e novamente em Madrid em 2015. Boyer Tresaco tem sido uma figura mediática dentro do circuito artístico, aparecendo em inúmeras publicações e televisões nacionais e internacionais, incluindo o europeu Canal Arte.

Objetivos da Fundação Boyer Tresaco
A Fundação Boyer Tresaco deseja partilhar a obra do artista num momento em que parece que a escultura invisível é uma novidade, tanto para a sua exposição como para a sua venda. Ao mesmo tempo, deseja divulgar os objetivos desta fundação, sediada em La Manga del Mar Menor: em primeiro lugar, prestar assistência social contínua a regiões carentes, e isto, através das contribuições dos "Amigos da Fundação" e da gestão do legado de Boyer Tresaco, com mais de 1.500 obras de diversos artistas internacionais.

Se quer receber mais informação sobre este comunicado poderá solicitá-lo no seguinte link:

Mais informação

Comunicados de imprensa relacionados

Consultoria gratuita de comunicação

Se tem um negócio, é importante cuidar e trabalhar a sua comunicação. A Comunicae oferece-lhe uma sessão gratuita com um dos nossos consultores para analisar e melhorar a sua estratégia de comunicação.

Peça-lo agora

Comunicados de imprensa destacados

    Sem dados, de momento.